Notícias

OFÍCIO DA NOVENA DO NATAL – 5º DIA

Livro Ofício da Novena de Natal

Ofício da Novena de Natal – 5º DIA (19 DE DEZEMBRO)

ROTEIRO

  1. CHEGADA silêncio – oração pessoal…

Senhor, nós te esperamos, Senhor, não tardes mais.

Senhor, nós te esperamos, vem logo, vem nos salvar.

Acendimento da vela do advento

Bendito sejas, Deus das promessas, tu que iluminas as nossas vidas com a luz de Jesus Cristo, a quem esperamos com toda a ternura do coração. Amém.

  1. ABERTURA

– Vem, ó Deus da vida, vem nos ajudar! (bis)

Vem, não demores mais, vem nos libertar! (bis)

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito. (bis)

Glória à Trindade Santa, glória ao Deus bendito. (bis)

– Aleluia, irmãs, aleluia, irmãos! (bis)

Eis que já está bem perto, nossa salvação! (bis)

– Em pé vigilantes, juntos na oração, (bis)

vamos ao seu encontro, lâmpadas nas mãos! (bis)

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

Neste quinto dia da novena, trazemos para a nossa oração, nossa vida e a nossa busca de Deus.

Invocamos hoje o Senhor como Raiz de Jessé!

Nesta comunhão, lembremos os fatos, os acontecimentos, as pessoas, os grupos… com quem queremos estar reunidos e unidos na oração nesta espera do novo natal do Senhor. Também você que está em casa, ou de qualquer lugar esteja nos acompanhando, que recorde no coração as pessoas, as situações que fazem parte da sua vida…

 

  1. HINO
  2. Ó vem, ó vem, Emanuel! / És esperança de Israel!

Promessa de libertação, / vem nos trazer a salvação!

Dai glória a Deus, louvai,  povo fiel,

virá em breve, o Emanuel.

  1. Ó Vem aqui nos animar, /as nossas vidas despertar,

dispersas as sombras do temor, / vem pra teu povo, ó Salvador!

  1. Ó vem Rebento de Jessé, / e aos filhos teus renova a fé,

que possam o mal dominar / e sobre a morte triunfar!

  1. Vem, esperança das nações, / habita em nossos corações,

toda discórdia se desfaz. / Tu és Senhor o rei da paz!

 

  1. SALMO 147(147),12-20 – parte B

Este salmo louva ao Senhor que mostra seu poder na criação e em nossa história. Vamos cantá-lo agradecendo ao Senhor que se aproxima de nós.

Jerusalém, Povo de Deus, Igreja santa,

levanta e vai, sobe as montanhas, ergue o olhar:

lá no oriente desponta o sol da alegria,

que vem de Deus aos filhos teus: eis o teu dia!

  1. Louva, Jerusalém,

   louva o Senhor teu Deus:

Tuas portas reforçou,

   e os teus abençoou;

Te cumulou de paz,

   e o trigo em flor te traz!

  1. Sua Palavra envia

   corre veloz sua voz.          

Da névoa desce o véu,

   unindo a terra e o céu;

As nuvens se desmancham,

   o vento sopra e avança.

  1. Ao Povo revelou

   Palavras de amor.

A sua Lei nos deu

e o Mandamento seu;

Com ninguém fez assim,

   amou até o fim.

  1. Ao Deus do céu louvemos

   e ao que vem, cantemos;

E ao Divino, então,

   a nossa louvação!

Os Três, que são um Deus,

   exalte o Povo seu!

Oração sálmica:

Deus da vida, tu amaste tanto o teu povo,

que nos enviaste Jesus, teu filho, tua palavra e tua voz, para nos revelar tuas leis e mandamentos.

Recebe o louvor de todos e todas a ti consagrados,

protege-nos de todos os perigos

e sacia-nos com teu pão e tua paz.

Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

  1. LEITURA BÍBLICA Romanos 15,12-13:

Leitura carta aos romanos (Rm 15,12-13). Aparecerá o  broto de Jessé, aquele que se levanta para governar as nações. Que o Deus da esperança encha vocês de completa alegria e paz  na fé, para que vocês transbordem de esperança pela força do Espírito Santo. Palavra do Senhor

 

Responso

Como o sol nasce da aurora, / de Maria nascerá

aquele que a terra seca / em jardim converterá.    

Ó Belém, abre teus braços / ao pastor que a ti virá.

– Emanuel, Deus-conosco, /   vem ao nosso mundo, vem!

  1. Ouve, ó pastor do teu povo,

vem do alto céu onde estás! Emanuel…

  1. Vem teu rebanho salvar,

mostra o amor que lhe tens! Emanuel…

  1. Salva e protege esta vinha,

foi tua mão que a plantou! Emanuel…

  1. Salva e confirma este eleito,

ele, que é nosso pastor! Emanuel…

   Como o sol nasce da aurora…

Ou:

Rebento, Filho – aleluia.

Vem não demores – maranatha.

De Deus o Verbo – aleluia.

Traz alegria – maranatha.

Ó esperado – aleluia.

Vem nos renove – maranatha.

 

  1. MEDITAÇÃO

Davi, filho de Jessé, pastor de ovelhas, chamado por Deus a ser rei do pequenino israel, recebeu do Senhor, pelo profeta Natã, a promessa de um reino forte e estável: “Eu darei a você um grande nome, como o nome dos grandes da terra… Eu livrarei você de todos os inimigos… Sua dinastia e realeza permanecerão firmes para sempre diante de mim; e o seu trono será sólido para sempre” (2Sm 7,8-16). Quando, séculos mais tarde, o reino de Israel se enfraquecera, e a realeza de Davi parecia ter desaparecido, os profetas anunciaram a retomada das antigas promessas e o florescimento do tronco que parecia cortado: Do tronco de Jessé sairá um ramo, um broto nascerá de suas raízes e se erguerá como bandeira para os povos (cf. Is 11,10).

Na plenitude dos tempos, quando Deus enviou o seu filho, ele o confiou a José, filho de Davi, da descendência de Jessé. Ele nasceu em Belém, cidade de Davi, para cumprir as escrituras. E quando os magos, representando todas as nações, dirigiram-se até Belém (cf. Mt 2,1-12) e o adoraram oferecendo seus presentes, Jesus, o descendente de Davi, manifestou-se a todos os povos. E por toda a vida Jesus foi reconhecido e aclamado como alguém da descendência de Davi, na certeza de que as promessas tinham-se cumprido.

 

  1. CÂNTICO DE MARIA

Na espera amorosa do novo natal do Senhor, com Maria, aclamamos o Cristo como raiz de Jessé, como aquele diante de quem todos os povos se calam. Peçamos que dos fracassos de nossa vida pessoal e da história dos povos possa nascer o bem viver da convivência humana e da solidariedade.

 

Ó… Ó Raiz de Jessé

Estandarte bem alto levantado,

um sinal para todas as nações,

frente a ti ficam mudos os barões,

clama o povo e só quer ser escutado,

vem, Senhor, libertar o escravizado,

não demores, escuta as orações, ó, ó.

Vem, ó Filho de Maria,

vem dos tristes alegria,

quanta sede, quanta espera, quando chega,

quando chega aquele dia?…

Cântico de Maria

– A minh’alma engrandece o Senhor 

E exulta o meu esrito em Deus, meu Salvador;

– Porque olhou para a humildade de sua serva,

Doravante as gerações hão de chamar-me de bendita.

– O Poderoso fez em mim maravilhas,

E santo é o seu nome!

– Seu amor para sempre se estende

Sobre aqueles que o temem;

– Manifesta o poder de seu braço,

Dispersa os soberbos;

– Derruba os poderosos de seus tronos

E eleva os humildes;

– Sacia de bens os famintos,

Despede os ricos sem nada.

– Acolhe Israel, seu servidor,

Fiel ao seu amor.

– Como havia prometido a nossos pais,        

Em favor de Abraão e de seus filhos para sempre.

– Glória ao Pai e ao Filho e ao Esrito Santo.

Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

  1. PRECES

Irmãos e irmãs, com Maria, aguardemos vigilantes a manifestação do Filho de Deus que a todos quer salvar.

T: Maranatha, vem, Senhor Jesus!

– Ó Cristo, rebento de justiça, consola os que choram, dá esperança aos desanimados.

– Ó Cristo, assumiste nossa fraqueza e nossa pobreza, faze-nos fortes e ricos em teu amor!

– Ó Cristo, faze de nosso coração e de todo o nosso ser a tua morada e vem nos salvar!

– Ó Cristo, guia em teu caminho todos nós que te esperamos nas estradas deste mundo…

– Ó Cristo, esperança dos mortais, dá vida e ressurreição às nossas irmãs e irmãos falecidos

Preces espontâneas…

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

Já está bem perto a nossa salvação! Em comunhão com a criação inteira, que geme e sofre em dores de parto, digamos a oração que o Senhor nos ensinou:

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

Oração

Ó Deus de bondade,

olha o teu povo reunido nesta novena de Natal.

Dá-nos a graça de acolher com muita alegria

nosso Senhor Jesus Cristo que vem

e anunciar com nossa vida

o mistério de sua encarnação em nossa humanidade.

Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Ou:

Ó Deus das promessas, enviaste teu filho Jesus,

broto nascido da antiga raiz,

para renovar com a humanidade tua aliança de justiça.

Escuta as preces destes teus filhos e filhas em oração.

Restaura-nos no teu amor,

manifesta a tua misericórdia e dá-nos a tua salvação.

Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

10. BÊNÇÃO DA CASA

Quando a novena é celebrada nas casas, pode terminar com a bênção da casa. Quem coordena, diante de uma vasilha com água e um raminho verde, faz a seguinte oração:

A tua presença inunda de paz e esperança a nossa vida e tudo o que existe na terra.

No sinal desta água derrama a tua bênção sobre esta casa para que seja generosa e acolhedora com todos que aqui chegarem. Vem, Senhor Jesus.  Aceita a hospitalidade do nosso coração, e fica conosco agora e sempre. Amém.

A dona da casa passa em cada cômodo aspergindo com água, enquanto se canta:

BÊNÇÃO

O Deus da esperança, da alegria e da paz, permaneça com todos nós, agora e para sempre. Amém!

– Abençoe-nos, o Pai e o Filho e o Espírito. Amém.

– Louvado Seja nosso Senhor Jesus Cristo.

  Para sempre seja louvado!

 

Saudação à Maria 

Salve, Maria,  tu és a estrela virginal de Nazaré,

és a mais bela entre as mulheres,     

cheia de graça, esposa de José.

 

  1. O anjo Gabriel foi enviado

à vilazinha de Nazaré,

para dar um recado lá do céu,

àquela moça que casara com José.

  1. Maria, ao ver o anjo, se espantou

e o anjo disse nada temer,

pois ela tem cartaz lá pelo céu

e o próprio Deus, um dia, dela irá nascer.

  1. Maria acha difícil esta mensagem

e o anjo afirma que Deus fará

e sua prima Isabel, embora velha,

vai ter um filho que João se chamará.

  1. Maria fez-se escrava do Senhor

e apresentou-se para a missão,

de ser a imaculada mãe de Deus

contribuindo para nossa salvação.

COLABORE COM A REVISTA DE LITURGIA

RENOVE, ASSINE, DIVULGUE A REVISTA DE LITURGIA!

Revista de Liturgia Ed 275 – A ação de Graças na Celebração dominical da Palavra

Assinatura Anual Digital

Assinatura Anual Impressa

Related Posts

Deixe uma resposta